:: Apresentação :: Contato Version in English :: Página Principal
N O T ?C I A S
Animais
Desmatamento
Indígenas
Minérios
Plantas
Rios
Turismo
Geral
Vídeos
O U T R O S
Apresentação
Artigos
Contato
Expediente
Notícias >> TURISMO 
Formatar Fonte:
+
-
Vale do Apertado encanta visitantes
Eli Batista
quarta-feira, 21 de setembro de 2005
As cachoeiras reforçam o potencial turístico da região
As cachoeiras reforçam o potencial turístico da região
O cenário do Vale do Apertado é capaz de encantar até mesmo ao mais exigente amante da natureza. O local é formado por um ambiente rústico, paisagem nativa, ecossistema
frágil, flora e fauna ímpar. O acesso à área ocorre pela BR-364. Partindo-se de Pimenta Bueno serão percorridos 70 km em sentido Vilhena. A partir daí, no KM 132, segue-se mais 12 km, pelo lado esquerdo, numa estrada estadual de terra.

O Vale do Apertado chama a atenção não só de técnicos ligados a área ambiental, mas também de pessoas de várias regiões do Estado de Rondônia. Mesmo cientes da falta de estrutura do local, os turistas não deixam de visitá-lo. Segundo o auditor ambiental Edson Silva, membro da Associação Pimentense dos Amigos do Meio Ambiente (APAMA), a
área é especial e merece ser considerada de interesse turístico em virtude das
paisagens notáveis e dos acidentes naturais adequados à prática
desportiva -raffiting, cannying, boiacross, arborismo, rappel- nas águas e
rochas. Ele acredita que as cavidades naturais subterrâneas existentes no Vale do Apertado podem também ser constituídas em patrimônio cultural brasileiro, devendo ser
preservadas e conservadas para permitir estudos e pesquisas técnico-científica, voltadas para atividades étnico-cultural, recreativa e educativa.

Segundo o auditor, as grutas ou cavernas da região foram formadas por processo natural, onde há inscrições rupestres -desenhos e escritas- que merecem ser estudadas para avaliar o período e a possível origem dos habitantes que viveram no local. Atualmente as grutas são habitadas por um indeterminado número de morcegos, havendo a crença de que no passado serviram de moradia para os primeiros habitantes da região. “O local se apresenta como área de potencial espeleológico devido à sua constituição geológica e geomorfológica, suscetíveis ao desenvolvimento de cavidades naturais subterrâneas, em decorrência da formação calcárea de suas rochas”, disse o auditor.

Belezas serão preservadas
Para que o cenário do Vale do Apertado possa ser dividido com os amantes da vida ao ar livre, segundo Edson Silva, torna-se necessário a elaboração de estudo de impacto ambiental para as ações ou empreendimentos de qualquer natureza, previstos em áreas de ocorrência de cavidades naturais subterrâneas ou de potencial espeleológico. “Ao lado de todo este potencial turístico, teremos um empreendimento de geração de energia – a PCH Rondon II- que irá preservar as belezas naturais do local”, disse o auditor. Ele lembrou também, que como compensação a empresa irá ainda oportunizar uma área de reserva ambiental no entorno do lago da usina geradora de energia elétrica, além de oferecer oportunidades de empregos aos moradores de Pimenta Bueno e região.

O ambientalista Filinto Ribeiro, que também é membro da APAMA, disse que as belezas naturais do Vale do Apertado são únicas no Estado. Segundo ele, entre as principais atrações do local estão as cachoeiras, que chegam a 70 metros de altura. “Temos vários pontos turísticos na região de Pimenta Bueno”, disse.

Quanto as metas da Prefeitura para o local, a secretária de Meio Ambiente e Turismo, Márcia Figueiredo, disse que o município passará a investir em infraestrutura após a conclusão da PCH Rondon II. “Pretendemos firmar parcerias com a empresa que está construindo a usina e outras entidades para explorar o potencial turístico do Vale do apertado”, disse.
fonte: www.amazoniaavista.com.br
versão para impressão

 

 

:: Mais Notícias dessa categoria ::
22/8/2008 Porto Rolim desponta como atração turística
17/11/2006 Corredeiras e pedras formam cenário de patrimônios naturais
25/10/2006 Burocracia emperra reativação de patrimônio turístico
23/10/2006 Forte Príncipe da Beira completa 230 anos de resistência
25/1/2006 Complexo turístico explora a natureza
8/11/2005 Estrada vira patrimônio nacional
10/10/2005 Comunidade descobre labirinto de pedras
6/10/2005 Caminho das Águas incentiva turismo
3/10/2005 Forte Príncipe da Beira está em ruínas